A computação espacial é a arte de fazer com que muitos conjuntos de dados diferentes interajam. Ao fazer uso de redes de computadores e ferramentas de software, os dados corporativos podem ser distribuídos através de sistemas de comunicação complexos que permitem a acessibilidade das informações.

Ao considerar como estender serviços, surge a necessidade de acesso a grandes quantidades de informações que não podem ser acessadas sem computadores avançados. Os aplicativos mencionados acima permitem o acesso a dados de diferentes locais, como bolsas de valores, redes sociais, empresas de cartão de crédito e registros médicos. Dessa forma, ajuda na análise dessas informações com o objetivo final de tomar decisões.

A visualização de dados também é conhecida como ITIL (Information Technology Infrastructure Library), que significa Biblioteca de Infraestrutura de Tecnologia da Informação. Como é um padrão do setor, é vital entender como funciona.

Computação espacial significa que os dados são representados em 3D. Utiliza-se geralmente uma nuvem de pontos 3D para fins de visualização. A nuvem de pontos é uma representação gráfica dos pontos de dados que podem ser encontrados no espaço 3D, para que as informações sejam apresentadas geometricamente.

Muitas novas tecnologias estão utilizando a visualização e integração de dados 3D para disponibilizar informações para os usuários. Tradicionalmente, recebemos diferentes tipos de informação; estas podem ser representações gráficas ou textuais dos dados.

A visualização de dados visa representar os dados de uma maneira que permita ao usuário entender os dados subjacentes. A representação visual não apenas fornece uma compreensão mais detalhada dos dados, mas também facilita a sua compreensão.

A computação espacial possui dois elementos significativos, dados e visualização. Esses dois componentes podem ser produzidos com uma variedade de tecnologias, mas tecnologias modernas como o Hadoop estão sendo utilizadas com mais frequência.

O Hadoop é uma ótima maneira de armazenar uma grande quantidade de dados, como imagens, sons, vídeos etc. O Hadoop também é um grande banco de dados com informações para serem processadas. Os usuários precisam manter os dados para utilizar nos aplicativos e serviços.

O MapReduce é um cluster de servidores utilizado para executar grandes aplicativos Hadoop. Foi projetado para permitir computação distribuída para amplo armazenamento de dados. Um cluster MapReduce geralmente é composto por vários computadores conectados via rede.

Organizações em todo o mundo utilizam amplamente essas duas tecnologias principais. Em muitos casos, algumas partes do aplicativo usarão o conjunto de dados ou será necessária uma visualização. Então, o que é necessário é uma maneira de integrar esses três elementos em um aplicativo.

Para saber como integrar esses três elementos, a melhor opção é procurar a ferramenta certa para fazer a integração funcionar. O ITIL é útil nesses casos.

O ITIL é um conjunto de padrões e processos que visam ajudar as organizações a se tornarem eficientes com sua infraestrutura de TI. A integração do ITIL com aplicativos e dados é vital para as empresas poderem usar seus recursos com eficiência. O uso de uma ferramenta para integrar esses três conceitos críticos garante que as informações sejam facilmente acessíveis de um local para outro, e os benefícios que podem ser derivados desses dados são potencializados.

Presentation of the video courses powered by Udemy for WordPress.

Ph.D. em Engenharia Mecânica pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Mestre em Engenharia Elétrica pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Atuando por 25 (vinte e cinco) anos no ensino de programação de computadores para cursos de engenharia e sistemas de informação.